topo
linha2

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Fotogaleria

» Home » Reportagens » Alaska

 

Páginas: 1 2 3

Alaska

UMA VIAGEM INESQUECÍVEL
AO MAIOR ESTADO DA AMÉRICA DO NORTE

(Texto) Paulo Luís Ávila
(Fotos) Paulo Luís Ávila e Donald Lederhos

Adiaspora.com
2007

Sair um dia de Toronto e ir até ao estado do Alaska, era um sonho que acalentava há muitos anos, quando aprendi na Geografia, - uma das matérias obrigatórias do meu quinto ano dos Liceus e por sinal a que mais gostava -,  que a maior elevação da América do Norte estava precisamente ali e, que a montanha se chamava o Monte Mac Kinley. A palavra (Alaska) em inglês é o nome que foi dado a um dos 50 estados dos Estados Unidos da América e o maior em extensão territorial, sendo maior do que os estados do Texas, Califórnia e Montana juntos, (respectivamente o segundo, o terceiro e o quarto mais extensos), mas apesar disso é também o estado mais escassamente povoado com uma densidade populacional de 0,42 hab/km², a menor entre todos os 50, mas ainda assim tem mais habitantes do que Wyoming e Vermont. Se fosse um país independente, o Alasca seria o 17° maior país do mundo em área territorial.

Parte do Estado do Alaska, visto do avião

Relativamente isolado do resto do país, apesar disso é considerado parte dos Estados do Pacífico. O Alasca é o estado mais setentrional e ocidental dos Estados Unidos. É também considerado por alguns como o estado mais oriental do país, uma vez que duas das ilhas do Arquipélago das Aleutas estão localizadas no Hemisfério Oriental. A maior parte da população vive na região sul e sudeste do estado e muito do território é escassamente povoado. Por causa disso, o cognome oficial do Alasca é The Last Frontier (A Última Fronteira), porque faz somente fronteira com o Canadá, território de Yukon e província da Colómbia Britânica e é um dos dois estados americanos que não fazem parte dos Estados Unidos continentais, os 48 Estados localizados entre o Canadá e o México, porque o outro é o Haway.

A viagem por nós efectuada no interior do Alaska

Este nome, Alaska, provém da palavra Alyeska, que significa "grande terra" em aleúte, um idioma esquimó-aleutiano falado em partes do seu território, que foi comprado ao Império Russo em 1867, graças à insistência do então Secretário de Estado norte americano, William Henry Seward, por 7,2 milhões de dólares. À época, Seward (nome dum lugar onde estivemos, como mais à frente referenciarei), foi criticado por outros políticos e ridicularizado pela maioria da população americana pela sua decisão, uma vez que, boa parte da população americana, pensava que o Alaska não passava de uma região coberta de gelo, inútil e onde só viviam ursos.

Naturais do Alaska dançando folclore

Porém, as descobertas de grandes reservas de recursos naturais atraíram milhares de pessoas à região. Em 1959, o território foi elevado à categoria de Estado, tornando-se o 49º Estado norte-americano. A guerra da Crimeia, que ocorreu entre 1853 e 1856, debilitou muito a economia da Rússia e foi então que o então Secretário de Estado americano propôs a sua compra. Muitos americanos, entre eles, vários políticos, eram contra esta compra, por acharem que esta região era imprestável. Tais críticos apelidaram o Alaska de Congelador de Seward. O Congresso dos Estados Unidos da América acabou por aprovar a compra em 1867. Em 30 de Março do mesmo ano, os Estados Unidos compraram o Alasca por 7,2 milhões de dólares, ou cinco centavos por hectare. Ainda no mesmo ano, em 18 de Outubro, a bandeira americana foi içada pela primeira vez no Alaska, que se tornou um território dos Estados Unidos. Esta em síntese, o que é a história deste grande território que preserva como ninguém toda a sua cultura indígena e todo um património que lhe foi legado por outros povos e até por outra nação. Hoje em Anchorage, a maior cidade deste estado norte-americano, tem uma população maioritária de russos, uns que para ali foram e outros que ali ficaram e preservam a sua língua e as suas tradições, apesar de serem um pouco marginalizados.

Centro Turístico de Chugach National Forest

Uma estimativa realizada em 2005 refere que a população do Estado tinha 663 661 habitantes, um crescimento de 20,2% em relação à população do estado em 1990, de 5,9%, em relação à população do Estado em 2000, e de 0,9% em relação à população estimada em 2004  e a cidade de Anchorage possuía aproximadamente 275 mil habitantes e ali viviam  dois quintos dos habitantes do estado e anota também que é a terceira maior cidade dos Estados Unidos em área.  Fairbanks é a segunda maior cidade do Estado com uma área de 84,6 quilómetros quadrados, estando 2,1 cobertos por água e a sua população é de 30 224 habitantes, segundo o censo de 2000.

Páginas: 1 2 3

Voltar para Reportagens

bottom
Copyright - Adiaspora.com - 2007